José Noir está entre os primeiros funcionários do Hospital Luiza Borba Carneiro, veio de Jaguariaíva para cuidar das instalações em 1960. Com riqueza de detalhes, descreve sua trajetória naquele hospital e no marcante episódio em que atuou. Pouco mais de dois anos após o término das obras o hospital vai desempenhar a tarefa mais importante no atendimento a queimados na tragédia de 1963.

Entrevista: José Luiz Alves Nunes

Imagens e edição: Fernando Bianchi

Local: Tibagi, Novembro de 2014.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *